DICAS DE CONCRETAGEM


  • Britador Fragosos

  • Afinal, o que é concreto usinado?

    O concreto usinado é um material que está cada vez mais sendo recomendado na construção civil brasileira. Mas qual é a diferença entre ele e o concreto de obra mais comum, virado na hora? Por que ele está tão em alta? Quanto custa comprá-lo? Como se dá a sua utilização?

    Como o seu próprio nome sugere, o concreto usinado é produzido em usinas, onde os componentes físico-químicos são adicionados e misturados de forma controlada. Para entendermos a diferença entre o concreto virado na obra e o concreto usinado, basta conhecermos o processo de produção de ambos.


    O Além disso, outros cuidados são tomados: a granulometria dos agregados é contínua e o cimento utilizado é o mesmo do início ao fim, evitando o surgimento de manchas e de uma aparência de diferentes tons. Vendido por metro cúbico, ele pode ser transportado em betoneiras ou em outros veículos sem função de agitação.


    A receita básica de concreto leva cimento, água e mais os chamados materiais “agregados”. Eles são os responsáveis por dar a forma e/ ou volume desejados ao concreto, assim como aperfeiçoar propriedades como a dureza e a densidade. Os mais comuns são:

  • Agregados graúdos: como, por exemplo, a brita e seixos;
  • Agregados miúdos: como a areia natural ou a artificial.
  • Dessa forma, o cimento tem a função de juntar todos estes elementos, como se fosse uma cola. No caso do concreto usinado, outros compostos podem ser adicionados.


    Por fim, outro diferencial a ser destacado é o tempo de cura do concreto usinado. Ela acontece imediatamente depois da concretagem, quando se deve garantir que o concreto seque adequadamente, conquistando sua durabilidade e resistência.



    Nossas Dicas


  • Britador Fragosos

  • O que é a laje e qual sua função na estrutura da construção.

    A laje pode ser definida como uma estrutura de concreto armado, normalmente utilizada em residência onde será construído mais de um nível de piso. Vale ressaltar que, mesmo em residências térreas, a laje também será necessária.


    Como é possível perceber, a laje é de grande importância para a segurança de estrutura da residência, sendo desnecessária somente quando um engenheiro civil e capacitado avaliar quais tipos de vigas e colunas serão projetadas para a construção da obra.


    Com a criação de novas tecnologias, novas formas de construção de lajes estão sendo testadas, mas ainda hoje os principais tipos de laje, utilizados na construção civil em geral, são a laje maciça e a laje pré-moldada, lembrando que cada uma possui suas peculiaridades e não podem ser escolhidas de forma aleatória, uma vez que são projetadas para serem utilizadas em diferentes áreas.


    Ao finalizar a concretagem é importante respeitar o tempo de cura da laje, que pode variar de região para região, dependendo do clima de cada lugar. No tópico abaixo é demonstrado a importância da cura da laje.



    Nossas Dicas


  • Britador Fragosos

  • A importância da cura do concreto

    O concreto é, nada mais, que uma mistura química que seca muito rapidamente, mas, mesmo depois de aparentemente seco, o concreto precisa curar. Esse processo de cura pode ser entendido como a secagem a longo prazo da laje.


    Por exemplo: Uma laje, se concretada em um dia, estará seca no outro dia e alguém já poderá caminhar sobre ela, mas, por dentro do concreto ele ainda está secando, por esse motivo que não é aconselhável colocar o telhado ou a caixa de água em cima da laje antes do tempo de cura, pois, dessa maneira poderão aparecer rachaduras e barrigas.



    Nossas Dicas


  • Britador Fragosos

  • Dicas importantes para conhecer o melhor cimento para sua obra

    Se você tem dúvidas na hora de escolher o melhor cimento para sua obra, você precisa ler este artigo que nós da Britdor Fragosos preparamos para você! Já se foi o tempo em que comprar cimento era uma tarefa que se resumia a ir até a loja de materiais de construção mais próxima de sua obra e comprar a quantidade determina de sacos de cimento.


    Assim como a tecnologia e as obras, o cimento evoluiu e agora você possui uma gama de opções que certamente está se perguntando: qual é o melhor cimento para sua obra? Neste artigo vamos abordar as diferenças entre o CPII e o CPIII.


    Seja para a construção ou a reforma de seu imóvel, é muito importante saber a quantidade exata de materiais a serem usados para evitar gastar mais do que o necessário, assim como ter sobras que se converterão em desperdício.


    O cimento CPII é deve ser utilizado quando existe a necessidade de que as estruturas tenham um desprendimento de calor moderadamente lento ou ainda que possam ser atacados por sulfatos. O CP II é constituído por padrão de 94% à 66% de clínquer (cimento na fase básica de fabrico, e que normalmente conta com a adição de sulfato de cálcio, calcário e/ou escória siderúrgica) e gesso e de 6% à 34% de escória granulada de alto forno.


    Já o cimento CP III possui um uso diferenciado e um tanto quanto mais específico, este tipo de cimento pode e deve ser usada tanto na execução de obras de grande porte e agressividade como barragens, esgotos, pavimentação de estradas, pistas de aeroporto, quanto nas aplicações mais comuns de argamassas de assentamento e revestimento, estruturas de concreto armado, concreto protendido, projetado, rolado, dentre outros. Diferentemente do CP II, o cimento CP III é um tipo de cimento que contém adição de 35% a 70% de escória em sua composição, e o resultado disto é que lhe confere maior impermeabilidade e durabilidade, resistência a sulfatos e à expansão além, é claro, de baixo calor de hidratação. A classe de resistência do CP III é de 25, 32 e 40 Mpa.


    Quem já lidou, gerenciou ou acompanhou obras, reformas ou construções sabe que a dica de ouro para economizar com os custos do cimento é compra-lo na quantidade planejada e no início da obra, assim o preço pode ser reduzido durante a negociação e os trabalhadores terão acesso ao material sempre que necessário.


    Outra maneira de se economizar durante a execução das obras é fazendo uso do concreto direto dos caminhões betoneira da Britador Fragosos.



    Mais dicas


    MAIS ECONOMIA

    Com o Concreto Dosado do Britador Fragosos, você cumpre seu cronograma, elimina investimentos em equipamentos, controla com exatidão o volume da concretagem e racionaliza o uso da mão-de-obra.

    TEMPO DE MANUSEIO

    O concreto é uma mistura cujo tempo para o seu manuseio é limitado (duas horas e meia no máximo, após a sua saída de nossa central dosadora). Procure, portanto, encurtar o tempo de concretagem.

    PREPARE-SE PARA O CONCRETO

    Antes do início da concretagem, molhe superfícies absorventes tais como: madeiras das formas de lajes, vigas, pilares, lajotas ou cerâmicas. Depois, use madeirite ou tábuas para andar sobre o concreto espalhado sobre a laje.

    PRATICIDADE E AGILIDADE

    Contratando a Britador Fragosos, você não precisa mais se preocupar com a compra de materiais e equipamentos, já que o concreto chega preparado para ser aplicado, tornando o andamento da obra muito mais simples e rápido.


    Deseja saber mais sobre Argamassa e Concreto?

    Acesse o botão ao lado para para falar direto com um dos atendentos do Britador Fragosos e saber de todas as dicas e soluções que temos para você e sua empresa!..


    ENTRE EM CONTATO